Mostrando postagens com marcador latte e miele. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador latte e miele. Mostrar todas as postagens

terça-feira, 27 de maio de 2014

Latte E Miele - Aquile e Scoiattoli [1976] - Italy / Itália


O terceiro  álbum do Latte E Miele foi gravado quase que por uma banda completamente diferente, o baterista Alfio Vitanza era o único membro original remanescente. A banda também se expandiu para um quarteto. O único álbum por este line-up seria tão bom quanto os dois primeiros. 

Ele abre agradávelmente com a faixa-título acústica e folk.

"Vacche Sacre" é uma canção de rock progressivo excelente e muito cativante, com lotes de grande órgão e Mellotron. 

"Menestrello" é uma faixa mais relaxada e bonita, típica italiana progressiva no seu melhor, destaque para o sensacional e hipnótico solo de guitarra, que parece não ter fim e sinceramente poderia até ser maior...

O resto do álbum é muito influenciado pelo clássico. Primeiro começa com uma adaptação de " Opera 21" de Beethoven. Muito bem elaborada, mas, provavelmente, o momento menos interessante do álbum. 

A  instrumental "Pavana" de 23 minutos, que ocupa todo o lado 2 do antigo vinil, é muito melhor. É o rock progressivo em sua mais alta classe. A faixa tem um ritmo descontraído e atmosférica durante todo o tempo, e as melodias fortes se certificam de que o ouvinte nunca perde o interesse. 



Tracks:
1. Aquile e Scoiattoli (Vitanza - Gori - Poltini - Damiani) (3:39) 
2. Vacche sacre - falso menestrello (Vitanza - Gori - Poltini - Damiani) (5:12) 
3. Menestrello (Vitanza - Gori - Poltini - Damiani) (5:10) 
4. Opera 21 (Beethoven - Latte e Miele) (5:03) 
5. Pavana (Biso - Latte e Miele) (23:45) 
Total Time: 43:14

Musicians:
- Alfio Vitanza / drums, percussion, 12-string guitar, vocals 
- Massimo Gori / bass, electric, acoustic and slide guitar, vocals 
- Luciano Poltini / Hammond, Moog, clavinet, piano, vocals 
- Mimmo Damiani / Fender piano, solina, eminent, guitar, vocals

Guest musicians:
- Vittorio De Scalzi / flute (on ''Pavana'')
- Leonardo Lagorio / sax (on ''Pavana'')
- Karaghiosof / flutes (on ''Le vacche sacre'')
- Divo Gori / violin (on ''Menestrello'')

Format: flac (image) = 254 mb = Depositfiles
Format: flac (image) = 254 mb = Mega

quarta-feira, 30 de abril de 2014

Latte e Miele - Papillon [1973] - Italy / Itália


Assim como nos outros discos da banda, Papillon é totalmente cantado em italiano. No mesmo ano foi gravada também uma versão inglesa para Papillon, as partes instrumentais são praticamente as mesmas, no entanto as vocais foram regravados para o inglês pela própria banda. O fato é que a versão inglesa permaneceu obscura até o ano de 1992, quase vinte anos depois, quando foi finalmente lançada em CD.

A suite "Papillon", que dá nome ao disco, tem cerca de 20 minutos de duração e é dividida em uma abertura e sete partes, sendo que algumas versões em CD trazem esta como uma única faixa. Com sons de hammond, moog e mellotron, a música traz um tema central e variações, passa por trechos refinados de música clássica, temas de complexidade jazzística, música folk e momentos pastorais na suave voz de Marcello Dellacasa. Em Divertimento predominam o classicismo dos teclados de Oliviero Lacagnina e o bom trabalho de baixo.

"Patetica" traz a sonata para piano de Beethoven em uma adaptação mais clássica e refinada do que fizera CAPSICUM RED no seu álbum "Appunti Per Un'Idea Fissa", ainda que menos completa e apenas nos momentos iniciais, como uma citação. Em seguida passa para uma abordagem rock com sons de hammond, variações de jazz e temas próprios, lembrando ELP.

As partes seguintes de "Patetica", apesar do nome, não retomam a sonata de Beethoven. Parte Seconda traz com boa orquestração um breve trecho de La Primavera de Vivaldi em uma leitura bem próxima a música de câmara, trazendo em seguida momentos jazzísticos em um bom solo de bateria de Vitanza. "Parte Terza" é um tema marcado por música mais folk e pastoral.

Na faixa seguinte, "Strutture", a banda traz um jazz instrumental centrado no excelente trabalho de guitarra acústica, acompanhada por piano, bateria e baixo.

Tem sido prática das gravadores adicionarem faixas de singles como extras em muitos relançamentos de discos originais. A faixa "Tanto Amore" é uma música romântica que fazia parte do single de 1974 que continha também Mese Di Maggio (incluída como extra em "Passio Secundum Mattheum"). Não acrescentem muita coisa, senão pelo registro histórico.

Após participar de alguns festivais, no ano de 1974 a banda encerrou as atividades, voltando em 1976 para gravar o disco "Aquile E Scoiattoli", contando apenas com Alfio Vitanza da formação original.

"Passio Secundum Mattheum" é considerado o melhor disco de Latte e Miele, mas Papillon é igualmente bom, um clássico incontestável do progressivo italiano que certamente vai agradar fãs de progressivo sinfônico na linha de ELP, PFM, Le Orme ou mesmo Locanda Delle Fate. 

Release / Label:
Si-Wan Records ‎– SRMC 0068 - South Korea, 1997

Track Listing:
1. Papillon - tempo total (19:50)
a) Ouverture - 1:09
b) Primo Quadro (La Fuga) - 2:04
c) Secondo Quadro (Il Mercato) - 3:23
d) Terzo Quadro (L'Incontro) - 3:58
e) Quarto Quadro (L'Arresto) - 2:51
f) Quinto Quadro (Il Verdetto) - 1:32
g) Sesto Quadro (La Trasformazione) - 3:45
h) Settimo Quadro (Corri Nel Mondo) - 0:48
2. Divertimento (2:02)
3. Patetica - tempo total (16:42)
a) Parte Prima - 4:30
b) Parte Seconda - 6:21
c) Parte Terza - 5:51
4. Strutture (3:52)
5. Tanto Amore (bonus) (3:50)
Total Time: 46:16

Line-up:
- Oliviero Lacagnina / keyboards
- Alfio Vitanza / drums
- Marcello Giancarlo Dellacasa / guitar & vocals

Format: flac (cue + log) = 270 mb = Depositfiles 
Format: ape (iamge + cue) = 245 mb = Torrent

Latte e Miele - Passio Secundum Mattheum [1972] - Italy / Itália


O trio italiano Latte e Miele não é o que se poderia facilmente definir uma banda inspirada em ELP. Em 1972 eles escreveram e interpretaram um dos mais memoráveis ​​álbuns conceituais de toda a cena prog italiana dos anos setenta. O poder e o fascínio de seu registro baseia-se, como o título em língua latina facilmente sugere, sobre a paixão de Nosso Senhor Jesus Cristo através do Evangelho de Mattheus. Acho que a banda ficou impressionada com um filme famoso de 1964 e pelo famoso escritor e diretor italiano Pierpaolo Pasolini. Esse filme era sobre o mesmo assunto e teve o mesmo título, em italiano.

A principal questão que Latte e Miele parece deixar sem resposta é em que consiste que a estrutura musical de uma obra como essa tinha que ser. Sinfônica? Jazz-rock? ou o quê?

Quando se começa a ouvir o álbum pela primeira vez, presume-se que o clima geral seria baseado em uma veia tanto teatral e sinfônica forte. Riqueza Vocal: Peças recitativas, coros de igreja e encantadores vocais pelos membros da banda. Todos os ingredientes para um registro sinfônico impressionante: Pianos, órgão de tubos hammond, cravo, mellotron, moog e celesta.

Porém, a partir da sexta música, a banda com sabedoria rapidamente muda seu estilo para aconchegante Jazz-Rock, um longo interlúdio baseado em piano e bateria poderosa. Também uma guitarra elétrica jazzy aparece e muito bem tocada. Toda essa mudança foi tão inesperada. É a demonstração das altas capacidades destes três caras (Marcello, Oliver e Alfio) que foram capazes de jogar e construir uma obra tão variada!

As surpresas não terminam neste momento. O epicentro desponta na faixa 9 intitulada "Judas" ... uma dupla explosiva composta entre guitarra distorcida e bateria, alternando com a veia jazzística anterior e então ... de repente a magnitude sinfônica retorna em todo seu esplendor e pompa. Estamos entrando na maior (e mais importante para o conceito) seção intitulada "Calvario".  Ah, o órgão de tubos hammond está aqui e faz o seu trabalho maravilhoso, criando uma atmosfera mística ... bateria marchando e coros abertos para a cena do Gólgota: encontra-se Jesus em sua cruz ... o presente que Ele nos deu é agora revelado: Sua própria vida!

A faixa final sobre o formato CD não era realmente parte da versão original, mas foi um sigle emitido em 1974. Muito diferente do álbum, pop melódico mainstream.




Track Listing:
1. Introduzione (2:16) 
2. Il Giornio Degli Azzimi (1:26) 
3. Ultima Cena (1:48) 
4. Getzemani (4:14) 
5. Il Processo (1:29) 
6. I Testimoni(1° parte) (6:02) 
7. I Testimoni(2° parte) (2:12) 
8. Il Pianto (1:48) 
9. Giuda (0:43) 
10. Il Re Dei Giudei (1:40) 
11. Il Calvario (7:04) 
12. Il Dono Della Vita (3:43) 
13. Mese Di Maggio (Bonus Track) (4:24) 
Total Time: 38:49

Line-up:
- Marcello Giancarlo Dellacasa / acoustic classic & electric guitars, violin, bass, vocals 
- Oliviero Lacagnina / piano, organ, Mellotron, clavicemballo, celeste, Moog, strings, vocals 
- Alfio Vitanza / drums, bongas, tympani, bells, whip, flute, vocals

Format: ape (cue + log) = 217 mb =  Unibytes / share4web
Format: ape (iamge + cue) = 215 mb = Torrent
Format: mp3 (320 kbps) - 96 mb = Mega

Pesquisar este blog

WORLD