Mostrando postagens com marcador semiramis. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador semiramis. Mostrar todas as postagens

terça-feira, 27 de maio de 2014

Semiramis - Dedicato A Frazz [1973] - Italy / Itália

Biografia

   

Formado em 1970, ainda sem nome verdadeiro e próprio, incluía Maurizio Zarrillo, nos teclados, Marcello Reddavide, no baixo, Memmo Pulvano, na bateria, e Maurizio Macos, voz, todos com quinze anos.


Dois anos depois, o cantor abandona a banda e é substituído por Michele Zarrillo, irmão de Maurizio, que também faz o papel de guitarrista. Escolhido o nome SEMIRAMIS, famosa rainha da Babilônia, o grupo desenvolve uma boa atividade ao vivo e, em 1973 cria o primeiro e único álbum.

Pulvano, é contudo, obrigado a deixar o grupo, não conseguindo mais conciliar os empenhos musicais com os de seu trabalho fixo. Era o único a ter um emprego. Ele escolhe este último e encerra sua carreira de músico. No seu lugar entra Paulo Faenza que chega com outro tecladista, Giampiero Artegiani. Com essa formação, é realizado "Dedicato a Frazz", em puro estilo progressivo com influências mediterrâneas, como ocorria habitualmente com quase todos os grupos italianos do estilo. Contendo a voz de Zarrillo, ainda rude e pouco incisiva, o grupo preparava o segundo disco, mas como ocorreu com muitos outros, o álbum não foi lançado e a banda se dissolveu.

Em relação aos componentes, os únicos a alcançarem fama são Artegiani, autor de alguns discos pop, e Michele Zarrillo, de estilo romântico, que se tornaria cantor de sucesso nos anos 1980 com diversas participações no Festival de Sanremo.


Dedicato A Frazz [1973]

Um dos álbuns mais tocantes da imensa discografia que compõe o universo progressivo dos ragazzosUm trabalho que só de sabermos que existe já nos deixa felizes. Um presente dos deuses. Conseguiu alternar com tamanha proeza arranjos tão complexos e melodias extremamente comoventes. Um álbum que prima pela espontaneidade nas mudanças de temas e quebras de ritmos. A primeira faixa do álbum, "La Bottega Del Rigattiere", aos 2:28min, se não me engano, tem uma passagem brusca impressionante, que naturalidade!. Estando nos mesmos moldes de "Zarathustra" de MUSEO ROSENBACH, em termos de peso, beleza sinfônica e complexidade, com a diferença que em "Dedicato a Frazz" são utilizados vibrafones que sempre estão presentes, não apenas fazendo meras intervenções, mas compondo também as linhas melódicas. Os vocais são deveras emotivos, totalmente dentro do clima dos temas. Michele Zarrillo interpreta os temas de uma maneira suave, tensa, agressiva e lamentosa. Os riffs de guitarra caem em peso formando ritmos nervosos e o som do mellotron forma suaves e envolventes seqüências que nos remetem àquelas "trattorias" em Milão, ou seja, o som deles é também regionalista, um progressivo típico da cultura italiana. Reparem também na agilidade instrumental dos integrantes na introdução da segunda faixa: "Luna Park", pra mim ao lado da primeira, o melhor momento do álbum. As passagens que se seguem nesta faixa também impressionam, em especial um repentino e suave mellotron que faz uma veloz seqüência rítmica, em sincronia instrumental, brecar bruscamente. Logo após, surge um vibrafone que irá fazer a mesma seqüência harmônica junto àquele mellotron.


Sem duvida alguma, uma maravilha do prog italiano.



Tracks:
1. La bottega del rigattiere (6:01)
2. Luna Park (5:58)
3. Uno zoo di vetro (4:28)
4. Per un strada affolata (5:00)
5. Dietro una porta di carta (5:42)
6. Frazz (5:05)
7. Clown (4:34)
Total Time: 36:48

Musicians:
- Paolo Faenza / drums, vibraphone, tympani
- Marcello Reddovide / bass guitar, bells
- Gianpiero Artegiani / synthesizer, classical & 12-string guitars
- Michele Zarrillo / electric & acoustic guitars, vocals
- Maurizio Zarrillo / piano, organ, electric piano, synthesizers


Format: flac (cue + log) = 249 mb = Depositfiles
Format: mp3 (320 kbps) = 88 mb = Mega  / pass = progfriends

Semiramis - Dedicato A Frazz [1973] - Italy / Itália

Biografia

   

Formado em 1970, ainda sem nome verdadeiro e próprio, incluía Maurizio Zarrillo, nos teclados, Marcello Reddavide, no baixo, Memmo Pulvano, na bateria, e Maurizio Macos, voz, todos com quinze anos.

Pesquisar este blog

WORLD