Mostrando postagens com marcador quatermass. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador quatermass. Mostrar todas as postagens

segunda-feira, 26 de maio de 2014

Quatermass - Quatermass [REMASTERED WITH BONUS TRACKS] [1970] - United Kingdom / Reino Unido

Biografia


Quatermass foi um mini super grupo formado em Londres por volta de setembro de 1969. Seus integrantes já tinham certa experiência no meio musical: Baterista Mick Underwood fez parte dos grupos The Outlaws, The Herd e Episode Six; Baixista e vocalista Johnny Gustafson atuou com The Merseybeats, The BigThree, The Quotations, Episode Six, além de lançar uns singles solo; Já o dinâmico tecladista Peter Robinson estava tocando com o vocalista Chris Farlowe. Em janeiro do ano seguinte, o trio entrava no famoso estúdio Abbey Road, para gravar seu primeiro LP que é lançado em maio pela Harvest Records

Após o lançamento de seu álbum de estréia, o Quartermass recebeu diversas críticas positivas que, inclusive, levaram o trio a fazer uma turnê pelos Estados Unidos. Apesar da expectativa, a falta de investimento em publicidade e de uma boa assessoria fizeram com que a banda não conseguisse o êxito esperado, levando o grupo ao seu final em abril de 1971.

Sem dúvida, apesar da falta de reconhecimento, o Quatermass é uma das grandes bandas dos anos 70 que vale a pena ouvir do começo ao fim e cuja obra ficou eternizada como algo de extremo bom gosto e qualidade.


O Álbum

Com uma larga influência do The Nice e Deep Purple, ou seja com um som variando do prog ao hard rock, Quatermass foi muito bem recebido pela crítica.

O disco começa com “Entropy”, uma pequena vinheta instrumental que começa devagar com o órgão de Pete Robinson, para depois emendar com loops de sintetizadores e efeitos, nos seus segundos finais. Em seguida temos a clássica “Black Sheep Of The Family” (“coverizada” pelo Rainbow em seu primeiro disco) com predominância do Hammond Organ e ótimas linhas de baixo, além de uma ótima performance vocal de Gustafson.Em seguida uma longa balada, “Post War Saturday Echo”, com um toque blues e destaque para o vocal de Gustafson e seu baixo preciso e o piano jazzy de Robinson, no interlúdio. Depois temos “Good Lord Knows”, uma canção com belos arranjos de cordas, escrito por Peter Robinson, e harpsichord. O lado A se encerra com “Up on the Ground”, já num estilo mais hard, lembrando algo do Deep Purple.

O lado B começa com “Gemini”, música que já tinha sido gravada pelo Eric Burdon & The Animals, mas aqui Peter Robinson deixa claro que, com seu arranjo de piano e órgão, nenhuma guitarra se faz necessário. O breve vocal na introdução e no final da longa “Make Up Your Mind” são um veículo para o Quatermass para mostrar seu domínio instrumental. Uma grande variedade de estilos é explorada, de riffs de sintetizadores a solos de órgão.O disco prossegue com uma longa peça instrumental chamada “Laughing Tackle”, começando com o baixo pulsante de Gustafson e címbalos ágeis, numa linha mais jazzística, destacando-se pelo arranjo de cordas, um trabalho de teclados bem interessante e um solo de bateria de Mick Underwood. Aqui, também os arranjos de cordas foram escritos por Peter Robinson. O vinil original termina com “Entropy (Reprise)”, repetição mística da abertura instrumental.


As versões em cd do álbum têm com bônus tracks as duas faixas lançadas apenas em compacto na Alemanha, “One Blind Mice” e “Punting”. A primeira é uma pérola hard, com um belo riff de abertura e uma progressão de acordes. Um solo de órgão poderoso antecede o verso final e coro. Já a segunda, instrumental, temos baixo e bateria num groove funky enquanto Peter Robinson fica explorando seus teclados.Para promover o álbum a banda se apresenta primeiramente na Alemanha e Suécia, além de participar dos famosos programas da BBC, Top Gear e Mike Harding Show. Após algumas datas na Inglaterra, tocando com Steamhammer, Ginger Baker’s Airforce e Gentle Giant o grupo segue para uma turnê de 6 semanas nos Estados Unidos, abrindo para gente do calibre de Black Sabbath, Savoy Brown, The Kinks, Love, Butterfield Blues Band e Buddy Miles.
De volta à Inglaterra, iniciam as sessões de gravações para um próximo álbum (que nunca seria lançado). As músicas “One Blind Mice” e “Punting”, lançadas num single apenas na Alemanha, foram provavelmente gravadas durante essas sessões. Após mais umas datas na Alemanha, o grupo se separa em 1971.

Johnny Gustafson apareceria no Hard Stuff com músicos do Atomic Rooster e mais tarde trabalharia com o Roxy Music e Ian Gillan Band, além de participar como músico de estúdio em discos de inúmeros artistas, como por exemplo Kevin Ayers, Steve Hackett e Ian Hunter. Peter Robinson apareceria no Suntreader e Brand X, além de trabalhar como “session player” Já Mick Underwood formaria um grupo com Paul Rodgers chamado Peace, antes de retornar a Harvest com a banda Strapps, e também foi membro do Gillan e mais recentemente apareceu no Quatermass

Release / Label:
Repertoire Records ‎– REP 4620-WY - Germany, 1996

Tracks:
1. Entropy (1:10) 
2. Black sheep in the family (3:36) 
3. Post war Saturday echo (9:42) 
4. Good Lord knows (2:54) 
5. Up on the ground (7:08) 
6. Gemini (5:54) 
7. Make up your mind (8:44) 
8. Laughing tackle (10:35) 
9. Entropy (0:40) 
Bonus tracks on REP 4620 release: 
10. One blind mice (3:15) 
11. Punting (7:09)
Total Time: 60:37

Musicians:
- John Gustafson / bass, vocals 
- Peter Robinson / keyboards
- Mick Underwood / drums

Format: mp3 (320 kbps) = 146 mb = Narod

Pesquisar este blog

WORLD