Mostrando postagens com marcador mona lisa. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador mona lisa. Mostrar todas as postagens

quarta-feira, 23 de abril de 2014

Mona Lisa - Avant Qu´il Ne Soit Trop Tard [1978] [REMASTERED WITH BONUS TRACKS] - France / França



Avant Qu´il Ne Soit Trop Tard é o quarto álbum deste grupo francês que produzia um intrigante rock progressivo sinfônico e acabou por se tornar um dos melhores do gênero em seu país ao lado de grupos como Ange. Lançado numa fase mais decadente do rock progressivo, exatamente o ano de 1978, o disco acabou não se tornando um grande sucesso, o que não significa que se trata de um material menos interessante para fãs do gênero. A discografia do grupo é composta de cinco álbuns em sua carreira que começou em 1974 com o lançamento de L´Escapade e tendo Le Peti t Violin de Mr. Grégoire de 1977 como seu trabalho mais conhecido. Voltando a este trabalho, que já apresenta um dos destaques logo em sua abertura, um rock progressivo intenso com ótimo arranjo instrumental, passagens sinfônicas e um vocal fortíssimo de seu cantor Dominique Le Guennec. A primeira faixa já é a canção título e já mostra de forma contundente o estilo grandiloquente do grupo Mona Lisa. Suas canções, como por exemplo, La Peste, mostra um grupo entrosado e que dominava o gênero, principalmente no uso dos teclados, letras (cantadas em francês) conceituais e momentos que variavam entre calmos e teatrais com partes intensas onde todos os instrumentos buscam um clímax, com momentos mais intensos, porém sempre apoiados em boas melodias. Vale salientar que o grupo, por vezes, exagerava um pouco nos arranjos e em alguns momentos se torna um tanto repetitivo ou cansativo. Souvenirs de Naufrageours traz quase oito minutos de um rock progressivo mais tenso e delirante. Para os fãs do gênero, é tranquilamente perceptível a semelhança com o grupo Marillion em seus principais momentos e álbuns lançados durante os anos 1980, principalmente na fase que contava com o vocalista Fish. No lado B do álbum, a sutil faixa Lena. Aqui novamente vemos um belo trabalho de teclados, além de um especial destaque para as flautas que, em conjunto com os sintetizadores e teclados, mostram um belo som épico e que, apesar de um tanto datado, é extremamente agradável de ser apreciado. O álbum termina com a longa suíte Créature Sur La Steppe. Trata-se de um som épico, mais intrincado e passagens mais climáticas se constituindo num dos momentos mais bonitos deste belo trabalho do rock francês. O álbum foi reeditado anos depois em formato digital trazendo uma capa diferente daquela que foi lançada em seu país nos anos de 1970. A reedição também traz três faixas bônus, exatamente faixas gravadas ao vivo de versões para Souvenirs de Naufrageurs, Créature Sur La Steppe e Lena.

Release / Label:
FGBG 4107. AR

Tracks Listing:
1. Avant Qu´Il Ne Soit Trop Tard (3:30)
2. La Peste (6:00)
3. Souvenirs De Naufrageuer (7:00)
4. Tripot (4:00)
5. Lena (5:00)
6. Créature Sur La Steppe (9:30)
Comme Dans Un Rêve
L´Oppression
Avec Le Vent
Bonus tracks: 
7. Souvenirs De Naufrageurs (live Version) (8:00)
8. Creáture Sur La Steppe (live version) (6:35)
9. Léna (live version) (6:12)
Total Time: 55:47

Line-up:
- Jean-Luc Martin / bass
- Pascal Jordan / electric & acoustic guitar, synthesizer
- Francis Poulet / drums, percussions
- Jean-Paul Pierson / piano, organ, synthesizer, polyphonic orchestra, Mellotron
- Dominique Le Guennec / lead vocals, flutes, percussion

Format: ape (image + cue) = 427 mb = Torrent
Format: mp3 (320 kbps) = 135 mb = Narod

Pesquisar este blog

WORLD