Mostrando postagens com marcador curved air. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador curved air. Mostrar todas as postagens

terça-feira, 14 de julho de 2015

Curved Air - Guildford 1974.11.20 [BOOTLEG] [1974] - United Kingdom / Reino Unido


Ótimo bootleg gravado um mês antes do show que renderia o ótimo disco "Curved Air Live". Contando aqui com grande parte da formação clássica da banda e com Sonja Kristina no ápice de sua forma vocal e detonando grandes clássicos. Vale e muito o download.

Live at Guildford Surrey University 20th of November, 1974
soundboard recording
quality: 8/10

Tracks:
01) Marie Antoinette
02) Young Mother
03) Melinda More or Less
04) Phantasmagoria
05) Back Street Luv
06) Woman on a One Night Stand
07) Propositions
08) Vivaldi
09) Stretch
10) Everdance

Musicians:
* Sonja Kristina – lead vocals
* Darryl Way – violin, keyboards, backing vocals
* Francis Monkman – lead guitar, organ, VCS3 syntheseizer
* Florian Pilkington-Miksa – percussion
* Philip Kohn – bass guitar

Format: mp3 (128 kbps) = 66 mb = Yandex

Curved Air - Guildford 1974.11.20 [BOOTLEG] [1974] - United Kingdom / Reino Unido


Ótimo bootleg gravado um mês antes do show que renderia o ótimo disco "Curved Air Live". Contando aqui com grande parte da formação clássica da banda e com Sonja Kristina no ápice de sua forma vocal e detonando grandes clássicos. Vale e muito o download.

Live at Guildford Surrey University 20th of November, 1974
soundboard recording
quality: 8/10

Tracks:
01) Marie Antoinette
02) Young Mother
03) Melinda More or Less
04) Phantasmagoria
05) Back Street Luv
06) Woman on a One Night Stand
07) Propositions
08) Vivaldi
09) Stretch
10) Everdance

Musicians:
* Sonja Kristina – lead vocals
* Darryl Way – violin, keyboards, backing vocals
* Francis Monkman – lead guitar, organ, VCS3 syntheseizer
* Florian Pilkington-Miksa – percussion
* Philip Kohn – bass guitar

Format: mp3 (128 kbps) = 66 mb = Yandex

terça-feira, 23 de junho de 2015

Curved Air - Lovechild [1990] - United Kingdom / Reino Unido



Embora lançado apenas em 1990, este álbum é composto de material inédito gravado em 1972-3. O line up é essencialmente aquele que gravou "Air Cut", exceto que o ex-membro Florian Pilkington-Miksa retorna em algumas das faixas.

Eddie Jobson (que mais tarde veio a se juntar ao Roxy Music) e Kirby tinham trabalhado bem juntos em "Air Cut", mas aqui eles estão muito mais distantes e entrincheirados em suas próprias preferências. O resultado é inevitavelmente uma coleção bastante incoerente, mas ainda assim agradável de canções.

O álbum está vinculado, juntamente com os vocais soberbamente distintivos de Sonja Kristina. Quando ela canta em seus tons mais altos angelicais, como em "The Dancer", os resultados são verdadeiramente belos. Quando ela adota um tom mais profundo no entanto (como em "The Widow"), ela se esforça mais para permanecer em sintonia. (O oposto da grande (sic) Karen Carpenter).

A faixa-título soa como um outtake do álbum "Air Cut", ela certamente teria sido digno de inclusão lá, especialmente quando combinado com a breve faixa de abertura sinfônica "Exsultate jubilate".

"Seasons" é uma balada lenta longa com algum bom trabalho de guitarra bluesy, mas um único ritmo que continua na instrumental "The Flasher", dominada pela guitarra de Kirby

"Joan", tem uma adorável introdução de piano que soa muito parecido com a introdução do Yes para "Awaken". Essa faixa na verdade haviam sido registrados cerca de três anos antes. "Paris by Night" dá à Jobson o centro do palco para o encerramento, com uma peça para piano sem inspiração e um pouco repetitiva.

Não é por qualquer meio o melhor trabalho a ser registrado sob o nome de Curved Air, mas a música era certamente merecedora de seu lançamento um pouco tardia.


Tracks:
1. Exsultate Jubilate
2. Lovechild
3. Seasons
4. The Flasher
5. Joan
6. The Dancer
7. The Widow
8. Paris by Night

Musicians:
- Kirby Gregory / guitars, vocals
- Eddie Jobson / keyboards, violin, vocals
- Sonja Kristina / vocals, acoustic guitar
- Florian Pilkington-Miksa / drums, percussion
- Jim Russell / drums, percussion
- Mike Wedgwood / bass, acoustic guitar, vocals
+
Guest Musician:
- John O'Hara / keyboards

Format: flac (tracks) = 197 mb = Mega
Format: mp3 (320 kbps) = 89 mb = Mega

Curved Air - Lovechild [1990] - United Kingdom / Reino Unido

sexta-feira, 12 de setembro de 2014

Curved Air - Discography - 1970-2014 - United Kingdom / Reino Unido



Studio Albums:
  1970 - Air Conditioning [45:04]
  1971 - Second Album [42:10]
  1972 - Phantasmagoria [37:59]
  1973 - Air Cut [39:36]
  1975 - Midnight Wire [34:39]
  1976 - Airborne [41:56]
  1990 - Lovechild (1973 Recorded) [34:25]
  2014 - North Star [1:16:02]

Live:
  1975 - Live [48:34]
  1995 - Live At The BBC 1970-1976 [1:06:17]
  2000 - Alive 1990 [1:12:57]

Boxset & Compilations:
  2008 - Reborn [1:14:43]
  2010 - Retrospective: The Anthology (1970 - 2009) [2:29:28]

Format: mp3 (320 kbps) = 1,88 gb = Torrent


Curved Air - Discography - 1970-2014 - United Kingdom / Reino Unido

quinta-feira, 11 de setembro de 2014

Curved Air - Air Cut [1973] - United Kingdom / Reino Unido



"Air Cut" é mais um álbum sólido álbum dessa ótima e clássica banda inglesa com a musicalidade das guitarras de Kirby Gregory e os violinos hipnotizantes de Eddie Jobson, substituindo Monkman e Darryl Way, embora não tão hábeis ou ambiciosos como os antigos maestros. É claro que não se ignora a voz "cool" e cristalina de Sonja Kristina que é aclamada como uma das rainhas do Prog Rock.


A banda já demonstra todo seu novo potencial na alegre e agitada "The Purple Speed ​​Queen". Sonja é uma vocalista dinâmica que brilha aqui nos vocais duplos com uma letra potentes sobre uma garota que é avisada para mudar seus hábitos ou vai acabar no túmulo; "Emlee Jane era a garota que nunca teve tempo para explicar, viveu sua vida em uma banheira de hidromassagem... fugiu de casa, só pensando em si mesma, de mãe doente e muito chateada, eles dizem que ela nunca pode estar bem. Devagar Emlee Jane...", canta Sonja. A tragédia do conteúdo da canção é velada dentro de um ritmo de Rock ofuscantes e grande guitarra ao fundo.

"Elfin Boy" traduz uma solidão tranquila, com paz e amor. Vocais muito bonitos é uma canção mística e pacífica. 

"Metamorphosis" é um mini épico de 10 minutos, com um lindo piano de cauda florescendo na introdução, a percussão de marcha e o órgão mudam o clima da música e uma batida forte na linha de baixo muito de Mike Wedgwood. As quebras de guitarra são ótimas, e as mudanças de tempo são excelentes. No meio da canção Eddie Jobson dá um show a parte demonstrando que como Way sua influência clássica sobressai nos arranjos. "Somos os filhos da meia-noite, marcha alta em um céu mercúrio frio, cantamos e nossa respiração se transforma em gelo, vemos e a geada derrete, ouvimos os ventos loucos que choram, que não dormem, onde as mentes se encontram , Nos mares gelados sonhamos e imaginamos o mesmo, Dançamos e os mundos derretem". É uma bela atmosfera, muito etérea e sonhadora. O Hammond que vem fortemente na metade levanta a música emocionalmente e o solo de guitarra é maravilhoso.

"Mundo" tem um sentimento Rockabilly com violino e um monte de batidas de piano staccato. É divertida, mas não tão boa quanto o resto do álbum.

O lado 2 começa com "Armin" com um drone sinistro baixo que constrói que cresce intensidade até que um surto de loucura do violino rápido de Jobson se junta ao grande riff de guitarra de Kirby. A música muda para um ascendente e descendente riff que é um som fantástico, e o violino realmente decola em um freak out solo que é absolutamente maravilhoso de ouvir. A musicalidade é excelente neste instrumental, um dos melhores usos de violino feitos pela banda mostrando o virtuosismo de Jobson.

"UHF" é uma canção rápida de ritmo divertido, com muitos criativos riffs pesados ​​de guitarra. Sonja dá um senso de urgência em sua voz. De repente se transforma em uma música mais lenta, com algumas mudanças de tempo intrincadas e guitarras muito bem executadas. A música é sobre um relacionamento quebrado e comunicação quebrada, onde o relacionamento não pode ser reatado nem por carta.

"Two-Three-Two" começa com uma guitarra constante, os vocais de Mike Wedgwood são ok, mas Sonja aparece pouco. Seções de piano e guitarra muito pesados.

"Easy" fecha o álbum com cerca de 7 minutos de prog inovador. Sonja canta solenemente sobre o desapego das nossas emoções nos momentos de provação. "Eu vou ficar com você durante a noite", ela garante. Wedgwood canta, "Eu não vou vê-la novamente". É uma canção muito emocional e nos dá uma sensação de 
CODA ao disco.

Este é um álbum muito bom, assim como as versões anteriores de todos os discos do CURVED AIR. Há o suficiente aqui para mostrar a destreza da banda e a inovação. Junto com "Air Conditioning" e "Phantasmagoria", "Air Cut" é um dos melhores álbuns da banda.


Tracks:
01. The Purple Speed Queen (1:32)
02. Elfin Boy (4:13)
03. Metamorphosis (10:38)
04. World (3:43)
05. Armin (3:42)
06. U.H.F. (5:07)
07. Two-Three-Two (4:10)
08. Easy (6:40)

Musicians:
- Kirby Gregory - Guitars, Vocals
- Eddie Jobson - Keyboards, Violin, Vocals
- Sonja Kristina - Vocals, Acoustic Guitar
- Jim Russell - Drums, Percussion
- Mike Wedgwood - Bass, Acoustic Guitar, Vocals (Lead Vocal on Two-Three-Two)

Format: flac (tracks) = 259 mb = Yandex / pass = makina
Format: ape (tracks) =  326 mb = Torrent
Format: mp3 (320 kbps) = 94 mb = yandex / pass = makina

Curved Air - Air Cut [1973] - United Kingdom / Reino Unido

Pesquisar este blog

WORLD