Expandir Player
Mostrando postagens com marcador Buon Vecchio Charlie. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Buon Vecchio Charlie. Mostrar todas as postagens

segunda-feira, 22 de dezembro de 2014

Buon Vecchio Charlie - Buon Vecchio Charlie [1972] - Italy / Itália


Desconhecidíssma banda italiana do início da década de 70 que sequer chegou a lançar este disco na época e que ficou engavetado por vinte anos e foi lançado por um selo japonês. 

Na primeira audição fica a seguinte pergunta: Como é possível isso ter acontecido? Pois trata-se de um soberbo e extraordinário trabalho de Rock Progressivo que além de muito inspirado é muito técnico, em que os músicos são muito competentes, os temas muito bonitos, quebradas primorosas, um baixo avassalador, bateria além de muito presente, possui muito vigor, excelente presença da flauta e do sax (sem exagero), interação perfeita com os teclados, vocal em italiano muito bem colocado, sábia fusão do Jazz com o Rock e passagens que lembram o erudito, no mais muita musicalidade fazem deste disco um dos mais injustiçados da história do Rock Progressivo

O registro se resume em vocais apaixonados, arranjos e instrumental poderosos, grande musicalidade e música melódica. 

O número de abertura "Venite giu al Flume" mostra alguma familiaridade com os primeiros trabalhos do JETHRO TULL (pela sólida batida e grande miolo orquestral) e demonstra toda a maestria da banda: a bateria é excelente, a guitarra e o baixo são poderosos. É uma boa combinação, de fato. Não pode se esquecer da parte vocal que é um grande destaque, com certeza.

A segunda faixa, "Evviva La Contea Di Lane", é tão sutil e doce! Melódica, cheia de paixão e sutileza. O que mais precisamos? Nada, eu acho! A parte final é mais agitada e tem um grande jogo de saxofone.

O épico "Che All'Uomo Raccoglie Cartoni" é uma mistura de estilos e é bem mais orientada ao Jazz. Com alguma familiaridade com o BANCO DEL MUTUO SOCCORSO. A combinação de estilos é bastante agradável: fluindo perfeitamente um com o outro. A grande influência de VDGG também é muito notável. A alternância de passagens silenciosas e sinfônicas e momentos jazzísticos selvagens é muito bem realizada. Essa música é muito rica, de fato. 

As duas últimas canções e faixas bônus são um pouco mais "leves" e não acrescentam nada à gravação original, pelo contrário. Um clima vem voltado ao Jazz em "Rosa" e uma abordagem mais Folk para "Il Guardiano Della Valle". No geral, este é um álbum muito bom, com certeza. 


Tracks:
1. Venite Giù Al Fiume (12:06)
2. Evviva La Contea Di Lane (6:35)
3. All'Uomo Che Raccoglie I Cartoni - 5 parts (15:01) :
a) Prima Stanza
b) All'Uomo Che Raccoglie I Cartoni
c) Terza Stanza
d) Beffa
e) Ripresa
Bonus Tracks:
4. Rosa (4:33)
5. Il Guardiano Della Valle (2:38)
Total Time: 40:53

Musicians:
- Richard Benson / lead vocals, guitar 
- Luigi Calabrò / guitar, backing vocals 
- Sandro Cesaroni / saxophone, flute 
- Sandro Centofanti / keyboards 
- Paolo Damiani / bass 
- Rino Sangiorgio / drums

Format: flac (tracks + cue) = 244 mb = Mega / pass = progfriends
Format: mp3 (320 kbps) = 125 mb = Zippyshare
Format: mp3 (320 kbps) = 125 mb = Mega

Pesquisar este blog

WORLD