sexta-feira, 23 de agosto de 2019

STREETMARK • Nordland [1976] • Germany/Alemanha


O STREETMARK foi fundado em 1968 em Düsseldorf, quando Dorothea Raukes, que estudou música clássica e teclados, conheceu os irmãos Thomas e Bernd Schreiber, ambos guitarristas. Dorothea e Thomas formaram o núcleo da banda. No começo o STREETMARK tocou principalmente covers dos BEATLES, Jon Mayall e DEEP PURPLE. Em 1969 recusaram uma proposta para um contrato de gravação. Nos cinco anos seguintes, desenvolveram um estilo próprio baseado principalmente nas composições de Dorothea e Thomas, influenciadas pelo PROCOL HARUM, FOCUS e ELP. Finalmente, em 1975, gravaram seu álbum de estreia "Nordland" para a Sky Records. O disco foi produzido e gravado por Connie Plank com a seguinte formação: Dorothea Raukes (teclados), Thomas Schreiber (guitarra), Hans Schweiss (bateria), Georg Buschmann (vocal), Wolfgang Westphal (baixo). Bernd Schreiber fez as tarefas de mixagem e Soundboard.

Esse primeiro disco da banda "Nordland", foi gravado e produzido pela bem conhecida engenheira/produtora Connie Planck no novo selo Sky. A primeira parte começa com uma suíte "House of 3 windows", dividida em três segmentos que mostram influências de EKSEPTION, FOCUS e PROCOL HARUM, com Gary Brooker sendo o modelo óbvio para Buschmann. O último segmento é um cover de "Eleanor Rigby" (um sucesso menor para STREETMARK) e uma abordagem bastante interessante de tal faixa clássica, o STREETMARK toca música up-tempo e agressiva, o que funciona bem. "Amleth Saga" é outra faixa influenciada pelo PROCOL HARUM. A única faixa um pouco fraca é "Italian Concert in Rock', um instrumental pseudo-barroco à la EKSEPTION ou Wendy Carlos com sons de sintetizadores. Fechando o disco: "Nordland", uma suíte mais atmosferica, que começa com um instrumental lembrando NOVALIS "Waves and visions" e logo entra em uma faixa mais jazzista "Lyster Fjord". O terceiro segmento "Ladoga" é uma linda melodia, o único ponto fraco são os vocais. O disco fecha com "Reality Airport" um Rock uptempo com boas mudanças de ritmo. Na edição em CD, há uma faixa bônus "Da Capo", uma variação do tema "Eleanor Rigby".

Tracks Listing:
1. House of three windows: (10:55)
a) House for hire 3:15
b) Green velvet curtains 2:20
c) Eleanor Rigby 5:20
2. Amleth saga (7:10)
3. Italian concert in rock (2:30)
4. Nordland: (20:19)
a) Waves and visions 2:50
b) Lyster fjord 7:24
c) Ladoga 3:45
d) Reality airport 6:20

Total Time: 40:54

Musicians:
- Georg Buschmann / lead vocals
- Dorothea Raukes / keyboards
- Thomas Schreiber / guitars
- Hans Schweiss / drums
- Wolfgang Westphal / bass


Mega [MP3 320K]

Discografia:

1976 • Nordland
1977 • Eileen
1979 • Dreams
1979 • Dry
1981 • Sky Racer

Nenhum comentário:

Pesquisar este blog

WORLD