Expandir Player

segunda-feira, 27 de julho de 2015

Premiata Forneria Marconi - The World Became The World [1974] [REMASTERED WITH BONUS TRACKS] - Italy / Itália


Este é o segundo álbum do PFM a ter musicas gravadas em Inglês (o primeiro foi "Photos Of Ghosts"). "The World Becames The World" é composta por todas as cinco faixas do álbum "L'Isola Di Niente", além da faixa 'Impressione Di Settembre' (rebatizado "The World Becames The World") do primeiro álbum da banda, "Storia di un Minuto", com letras de Peter Sinfield substituindo a letra original italiano.

A faixa-título do álbum "L'Isola Di Niente" tornou-se "The Mountain", "La Luna Nova" se tornou "Four Holes in The Ground", "Dolcissima Maria" tornou-se "Just Look Away", "Via Lumiére" tornou-se "Have Your Cake And Eat It", e "Is My Face On Straight"é, naturalmente, a mesma faixa.

A música é basicamente a mesma (e excelente), mas os vocais e as letras-se soam melhores no álbum original. "Dolcissima Maria", em particular, é muito melhor do que "Just Look Away" na minha opinião. No entanto, eu gosto das letras de Sinfield na pista "The World Became The World" e essa pista é muito agradável, como é a original " Impressione Di Settembre", em "Storia di un Minuto".

De qualquer forma, é um excelente adição a qualquer coleção de Rock Progressivo e para os fãs do PFM.




Tracks:
1. The Mountain
2. Just Look Away
3. The World Became The World
4. Four Holes In The Ground
5. Is My Face On Straight?
6. Have Your Cake And Beat It
Bonus tracks:
7. La Carozza Di Hans (UK single version)
8. Four Holes In The Ground (Unreleased single edit)
9. Celebration (Unreleased 1975 single version)

Musicians:
- Flavio Premoli / keyboards, lead vocals
- Mauro Pagani / woodwind, violin, vocals
- Franco Mussida / guitars, lead vocals
- Franz Di Cioccio / drums, percussion, vocals
- Jan Patrick Djivas / bass, vocals

Format: flac (image) = 354 mb
Format: mp3 (320 kbps) = 166 mb

2 comentários:

  1. Este foi o primeiro disco da PFM que ouvi, 40 anos atrás... E fiquei completamente achatado e de boca aberta! Depois conheci as versões italianas e concordo que os vocais funcionam melhor, mas as letras de Pete Sinfield são um arraso (ele também escrevia para o King Crimson e o Emerson, Lake & Palmer, incluindo as obras-primas "In the Court of the Crimson King" e "Brain Salad Surgery"). Não dá para reclamar de jeito nenhum. Outra dica é o excepcional CD duplo ao vivo "www.pfmpfm.it" (o nome do CD é o endereço do Web site deles), gravado em 1997, com eles já coroas mas ainda em estupenda forma numa tournée pela Itália.

    ResponderExcluir

Comente e Participe

Pesquisar este blog

WORLD